quinta-feira, 2 de fevereiro de 2017

Vou beber um vinho, tá, benhê?



Andei um dia inteiro em Paris e não vi o Chico Buarque. Que coisa! Mas pelo menos consegui um tempo pra beber uma taça de vinho num destes belos cafés da cidade. Chique, né, benhê?
Segunda vez que vou a Paris, como sempre com o tempo super apertado, porque pobre quando faz viagem internacional é para trabalho. E desta vez o destino nem era Paris. Ali foi só uma conexão que fizemos e que deu tempo de dar um rolê pela cidade. Eu fui decidida a aproveitar o tempo para ir até a Torre Eiffel, porque a pobre aqui, da outra vez não conseguiu chegar perto da torre, e isso é o mesmo que não ter ido à Paris.
No aeroporto em Guarulhos conheci a Rayane, que ia para a mesma atividade que eu, na Tunísia, e faria a mesma conexão em Paris. E nós conhecemos outras tantas pessoas nesta condição. E voamos para Paris fazendo planos. Rayane era a mais preparada. O amigo César, que morava e estudava em Paris, estava aguardando a sua chegada para um passeio. “Ôpa! Posso ir junto? Qual o plano? Quero ir na Torre Eiffel!”, já me ofereci.

Pegamos o trem fomos direto ao centro de Paris

Deu tudo certo. Encontramos César na prefeitura de Paris, caminhamos pelo mercado de flores, passamos por Notre-Dame e visitamos a Sorbonne. 

A desbundante prefeitura de Paris!

Catedral de Notre-Dame, de passagem.

Dali fomos pra torre. Que coisa linda! Pirei no monumento. Várias fotos. Agora sim posso dizer que estive em Paris. Bora chegar perto da torre. Bora passar por baixo da torre. Bora caminhar pelo Champ-de-Mars. Cansei e tô com sede. Hahahahaha. Claro! Quem gosta de bar já começa a procurar onde sentar pra bebericar.

Desta vez eu tinha que ir à Torre Eiffel!


Avistamos um café, daqueles parisienses, prédio bonito e local com aparência de caro. Mas necessário sentar em um deles pra saber como é. Fica no 149 da rua Saint Dominique.

De lá da praça avistamos o café e decidimos parar.


E é caro, realmente. Em euros tudo é caro. Mas uma taça média de vinho custa 8 euros! Uma taça média de vinho custa quase R$ 30,00!!!! Mas é nossa tarde de glamour, dá licença! “Vou beber um vinho, tá, benhê? Estamos em Paris!”. 


Tacinha de vinho caaaaaraaa!!! Mas e o glamour, né?

É muita onda pra um grupo daquele. Faz foto daqui, faz foto dali, paga em euros, tchau vambora que tá na hora. Bora pegar o trenzão pro aeroporto que ainda tem que atravessar o Mediterrâneo.


Fim de tarde, quase hora de o grupo ir embora...
Andei fuçando a internet pra saber mais informações sobre o local onde bebemos o vinho e só tem reclamação. Pro pouco tempo que ficamos ali e o consumo de apenas uma taça de vinho, não posso reclamar nem recomendar. Mas espero um dia voltar pra cidade e poder conhecer mais bares, beber menos preocupadamente, com uns trocos a mais no bolso.

5 comentários:

  1. Respostas
    1. rsrsrsrs quem é? Não aparece aqui quem escreveu rsrs

      Excluir
  2. Miga sua loca.... que linda você em Paris.... chique, benhê... :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Benhê, coisas que a vida nos proporciona e que ficarão sempre na memória!

      Excluir

Muito agradecida!