quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Indicação de quem sabe não falha



Tudo que eu queria era uma boa dica de bar para eu ir em Fortaleza, afinal, não queria deixar passar batido no blog a viagem que fiz recentemente pra lá. Logo acionei o pedido. A Teresa, amiga que gosta de bar, foi quem deu a dica desta postagem. Assim, quando perguntei, ela escreveu: “Dia de domingo o 'Raimundo dos queijos' costuma ser movimento. Tem uns bêbados que são clientes há mil anos e tem um povo mais jovem de esquerda que vai pra lá. Bom pra ir com mais gente”.

Pois, Teresa, eu que pensava até que ia sozinha, ganhei a companhia da Ângela, do Guimba e do Marcos. E fomos conferir o bar num domingo de manhã ensolaradíssimo, com aquele vento frequente de Fortaleza.

Chegamos ao bar, que fica no centro da cidade, próximo à Catedral da Sé. Quando a gente vê o estabelecimento, identifica uma vendinha, que vende queijo e outros produtos, como manteiga, doces e carne de sol. 


Uma vendinha que se transforma em bar!

À frente dele, porém, a paisagem de bar é composta por muitas mesas e cadeiras enfileiradas pela passagem de pedestres arborizada, na Travessa Crato. Há coberturas e também são utilizadas mais algumas lonas para proteger as pessoas do sol.



A Travessa Crato é ocupada pelas mesas do bar.
  
Chegamos por volta das 11h, boa hora pra conseguir uma mesa. Os músicos já se organizavam também, pois em pouco tempo começariam a tocar sambas daqueles clássicos do domingo de manhã. Que maravilha! Só posso dizer que a gente se sentiu em casa. 


A gente gosta de bar e de samba.


O gupo tocou os classicões do samba.
 
Cerveja tinha Original, e tava bem gelada. Para comer, ali apenas queijo branco, queijo manteiga (de-li-ci-o-so) e paçoca. Mas não se preocupe, porque você pode pegar espetinho na barraca lá fora e consumir no bar. Também tem um garçon que vem não sei de onde oferecer porções de pastéizinhos, tudo de acordo com o bar. O detalhe é que o que é consumido no Raimundo dos Queijos tem que ser pago na hora, e em dinheiro. Então, vá precavido.


Ficamos ali até o samba acabar.

Lá pelas 14h o samba encerrou e nós chamamos um carro para mais um passeio em Fortaleza. Sobre o Raimundo dos Queijos eu não só indico como afirmo e reafirmo que é a minha cara. Quem me conhece sabe o que significa isso. Agradeço a amiga Teresa por ter me proporcionado tão boa referência de bar em Fortaleza. Espero que um dia, quem sabe, a gente possa ir junto lá.


8 comentários:

  1. Quando eu crescer quero ser assim. Kkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Animado pra ir em bar ou certeiro de dar dicas? rsrs

      Excluir
  2. Mais que recomendo esse lugar!!
    Fantástico ❤❤❤❤❤

    ResponderExcluir
  3. E depois eu vou contar pra onde fomos depois do Raimundo do Queijo rsrs

    ResponderExcluir
  4. Que bom que você gostou!! Eu adoro quando as pessoas vão pro Ceará, parece que levam um pouco de mim junto!
    Mas, essa minha dica foi meia-boca, heim?! Esqueci até de dizer que não aceita cartão... hehehe vou me aprimorar lendo seu blog! beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahahaha Amei Fortaleza! amei o povo do Ceará! Ainda tenho outros lugares de lá pra publicar. E um deles você e Larissa indicaram. Aguarda!

      Excluir

Muito agradecida!